0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2014-12-10 | Vaticano: Papa deixa mensagem contra proliferação de armas nucleares

Francisco associou-se a conferência sobre o impacto humanitário deste armamento

(Lusa)
(Lusa)

Cidade do Vaticano, 09 dez 2014 (Ecclesia) - O Papa deixou um alerta contra a proliferação de armas nucleares, um “problema global” que afeta todos os países e as “gerações futuras”, numa mensagem divulgada hoje pelo Vaticano.

O texto foi lido na conferência sobre o impacto humanitário destes armamentos, que termina hoje em Viena, Áustria.

“A dissuasão nuclear e a ameaça de destruição mútua garantida não podem ser a base de uma ética de fraternidade e de coexistência pacífica entre povos e Estados”, escreveu Francisco.

O Papa defende que a juventude “merece muito mais”, pedindo uma “ordem mundial pacífica baseada na unidade da família humana”.

“Agora é o momento de contrariar a lógica do medo com a ética da responsabilidade e assim cultivar um clima de confiança e diálogo sincero”, acrescenta.

A mensagem critica os gastos dos governos internacionais em armas nucleares, um “erro” que retira recursos que deveria ser destinados “ao desenvolvimento humano integral, à saúde, à educação e à luta contra a pobreza extrema”.

O desejo de paz, precisa, “não pode ser satisfeito apenas por meios militares e menos ainda pela posse de armas nucleares e outras armas de destruição em massa”.

Francisco conclui com um apelo ao diálogo entre organizações internacionais, comunidades religiosas e sociedade civil em favor do bem comum.

“Um mundo sem armas nucleares é um objetivo partilhado por todas as nações, bem como a aspiração de milhões de homens e mulheres. O futuro e a sobrevivência da família humana exigem que se vá para lá deste objetivo, assegurando que se torne uma realidade”,escreve.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar