0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2014-10-23 | Vaticano: Papa pede comunidades cristãs unidas e sem ciúmes

Francisco prosseguiu ciclo de catequeses sobre a Igreja

(Lusa)
(Lusa)

Cidade do Vaticano, 22 out 2014 (Ecclesia) – O Papa Francisco continuou hoje na audiência geral o ciclo de catequeses sobre a Igreja, desta vez “Igreja, corpo de Cristo”, e destacou que as comunidades devem ser sinal do amor de Jesus e manifestar proximidade.

“Esta é a Igreja! É uma obra-prima, a obra-prima do Espírito que infunde em cada um a vida nova do Ressuscitado e nos coloca um ao lado do outro, um a serviço do outro, fazendo de todos nós um só corpo, edificado na comunhão e no amor”, disse Francisco que recomendou a leitura do Livro de Ezequiel.

“A Igreja não é somente um corpo edificado no Espírito, é o corpo de Cristo. Não se trata simplesmente de uma forma de falar, é o grande dom que recebemos no dia do nosso batismo”, alertou o Papa”.

Nesse sentido, Francisco pediu que as palavras de São Paulo sejam recordadas com mais frequência e relembrou que o apóstolo pede aos maridos que amem as mulheres como o próprio corpo.

“Assim como Cristo faz com a Igreja porque somos membros do seu corpo”, acrescentou esta manhã onde destacou que este pensamento “deve despertar” em cada um a vontade de partilhar esse amor porque as divisões, as invejas, as incompreensões e a marginalização não “edificam” a Igreja corpo de Cristo.

“A guerra não começa no campo de batalha mas no nosso coração”, observou o Papa na audiência geral e, desta vez, recordou São Paulo aos Coríntios: “Não ser ciumento mas apreciar nas nossas comunidades os dons e as qualidades dos nossos irmãos. Sentir ciúme de quem comprou um carro ou ganhou na lotaria faz desmembrar o corpo de Cristo” desenvolveu Francisco que assinalou que “o ciúme cresce e enche o coração, tornando-o ácido, infeliz”.

O Papa pediu também aos fiéis que sejam próximos dos que sofrem, que expressem gratidão, especificamente a quem desempenha os serviços mais humildes.

“Quantas pessoas se sentem superiores aos outros. Também dizemos como aquele fariseu da parábola: ‘Agradeço-Lhe, Senhor porque não sou como aquela pessoa, sou superior’. Se existir a tentação lembre-se dos seus pecados, daqueles que ninguém conhece e envergonhe-se diante de Deus e feche a boca”, advertiu Francisco.

Aos peregrinos lusófonos presentes na audiência, Francisco disse que são “verdadeiramente o Corpo de Cristo”: “Não deixemos de nos fazer solidários com os mais necessitados”, pediu.

Antes da Audiência Geral na Praça de São Pedro, o Papa cumprimentou os jogadores do clube de futebol alemão Bayern de Munique que, esta terça-feira, defrontaram a equipa italiana do Roma, num jogo da Liga dos Campeões.

A rádio Vaticano informa que estiveram presentes cerca de 45 mil fiéis na audiência semanal com o Papa na Praça de São Pedro.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar