0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2014-09-12 | Congo: Papa preocupado com crianças-soldados

Francisco recebeu bispos da República Democrática e manifestou «horror» pela situação dos menores

Cidade do Vaticano, 12 set 2013 (Ecclesia) – O Papa Francisco manifestou hoje a sua preocupação pelas crianças e pelos jovens soldados congolenses que são “alistados à força” na receção aos bispos da Conferência Episcopal da República Democrática do Congo, em visita à Santa Sé.

“Preocupa-me a situação difícil da juventude, de modo especial, penso com horror nas crianças e nos jovens alistados à força em milícias e obrigados a matar os seus próprios compatriotas”, disse.

Por isso, Francisco encorajou os bispos congoleses a aprofundarem a pastoral juvenil para oferecer toda a ajuda possível mediante uma formação humana, espiritual e profissional.

“A maneira mais eficaz para superar a violência, a desigualdade e as divisões étnicas consiste em dotar os jovens de espírito crítico e propor-lhes um percurso de amadurecimento nos valores evangélicos”, desenvolveu o Papa.

Segundo Francisco, A guerra e a pobreza estão a causar a “desagregação familiar” e “é indispensável valorizar e encorajar todas as iniciativas destinadas a consolidar a família” que é fonte de “toda a fraternidade, fundamento e primeira via da paz”.

Nesse sentido, “incentivou” os bispos a trabalharem afincadamente para a “instauração de uma paz duradoura e justa, por uma pastoral do diálogo e da reconciliação”, que apoie o processo de desarmamento e colabore com outras confissões religiosas.

Aos bispos foi também pedida atenção aos pobres, os idosos, os enfermos e os deslocados internos, “que necessitam de uma pastoral adequada e constantemente revista”.

“Sejam homens de esperança para o povo congolês”, pediu.

Francisco destacou ainda que algumas dioceses deste país africano celebraram recentemente o primeiro centenário da sua evangelização, sendo uma Igreja jovem “mas também uma Igreja de jovens”.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar