0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2014-07-24 | Lusofonia: Bispos de oito países debatem a paz e o desenvolvimento
D. Gabriel Mbilingue considera que os 12 anos de paz é o melhor que Angola tem para mostrar
Luanda
Luanda

Luanda, Angola, 22 jul 2014 (Ecclesia) - D. Gabriel Mbilingue, presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe (CEAST), afirmou esta segunda-feira, em Luanda, que o encontro de Bispo Lusófonos vai ser uma ocasião para falar da paz e debater o desenvolvimento no país.

XI Encontro de Presidentes das Conferências Episcopais de Países de Língua Oficial Portuguesa decorre em Luanda, Angola, entre os dias 21 e 28 de julho, em torno do tema “O papel transformador do Evangelho na sociedade à luz da exortação apostólica ‘A alegria do Evangelho’”.

Para o presidente da CEAST, o “melhor” que os católicos angolanos têm para partilhar neste encontro com os bispos de outras igrejas lusófonas são 12 anos paz.

“Isso é para nós móvito de grande alegria. Quando há partilha e de coisas boas, nada melhor do que isso. O que temos a partilhar com eles é a paz um certo desenvolvimento que poderá e deverá ser orientado na linha do ensinamento da Igreja”, afirmou D. Gabriel Mbilingue em declarações à Rádio Vaticano.

O presidente da CEAST indica que a conferência aberta, que o programa deste encontro prevê para o dia 23 de julho, na Universidade Católica de Angola, vai ser uma ocasião para analisar o desenvolvimento em curso em Angola à luz da exortação apostólica do Papa Francisco.

“Temos no dia 23 de julho uma conferência aberta a toda a sociedade e a todos os irmãos e irmãs. Terá como tema o papel transformador do evangelho na sociedade à luz do último documento do Papa, a alegria do Evangelho”, precisou D. Gabriel Mbilingue.

XI Encontro de Presidentes das Conferências Episcopais de Países de Língua Oficial Portuguesa reúne representantes das Igrejas de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Em declarações à Agência ECCLESIA, o secretário-geral do episcopado português, padre Manuel Barbosa, referiu que este encontro é uma oportunidade para os responsáveis católicos dos diferentes países debaterem “desafios pastorais comuns” e colocarem sobre a mesa as “respostas possíveis”.

De acordo com o padre Manuel Barbosa, em causa estará a missão da Igreja “junto dos mais pobres, junto do mundo económico e político” e também no exercício da “advocacia social”.

Durante o encontro, os bispos lusófonos vão desloca-se a Benguela, onde será celebrada uma eucaristia em homenagem aos 50 anos de ordenação sacerdotal do bispo emérito da diocese, D. Óscar Braga.

Na agenda está também programada uma missa na igreja da Sagrada Família, em Luanda, presidida por D. Manuel Clemente.

Fonte:Agência Ecclesia

<<< Voltar