0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2014-02-25 | Portugal: Liga Intensificadora da Ação Missionária elegeu nova direção nacional

Movimento de leigos fundado pela congregação católica dos Espiritanos esteve reunido em Fátima

Fátima, Santarém, 25 fev 2014 (Ecclesia) – A Liga Intensificadora da Ação Missionária (LIAM), movimento de leigos atualmente presente em 8 dioceses e 300 paróquias portuguesas, conta com uma nova direção presidida por Silvina Martins.

Em comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o assistente nacional da Liga, padre Tony Neves, explica que a eleição dos novos corpos sociais teve como critério “unânime” a escolha de “membros de todas as dioceses” onde já existem conselhos da LIAM a funcionar”.

Para além da presidente Silvina Martins, da Arquidiocese de Braga, destaque para a nomeação de Irene Dantas, do Patriarcado de Lisboa, para vice-presidente; e de Erundina da Silva e Silva, de Santarém, para secretária do movimento.

O ato eleitoral decorreu no último fim-de-semana em Fátima, incluído no programa do Encontro Nacional de Responsáveis de Núcleo e do Conselho Nacional da LIAM.´

Fundada em Fátima a 13 de maio de 1937, por iniciativa do setor de Animação da Congregação dos Missionários do Espirito Santo, a LIAM tem como principal objetivo sensibilizar as comunidades cristãs para a dimensão missionária da Igreja Católica.

A nova direção nacional, composta ainda por cinco vogais, vai ser acompanhada por um administrador, o padre Nuno Rodrigues, que desafiou todos os leigos presentes em Fátima para “não se contentarem com os mínimos” mas “trabalharem o máximo” para que a congregação Espiritana possa “ter mais meios para apoiar as linhas da frente da Missão”.

Inspirado pelo lema do movimento, “Anunciar Mais e Melhor”, e pela exortação “A Alegria do Evangelho”, escrita pelo Papa Francisco, o encontro nacional contou com a participação da jornalista Laurinda Alves, que abordou o tema “Mais e Melhor Família e Missão”.

A comunicadora “traçou o perfil missionário do cristão”, baseado na reflexão do Papa argentino, e destacou a necessidade dos cristãos abraçarem com “mais empenho” a luta “pela paz e justiça” e de terem “mais alegria no viver”.

Destaque ainda para a intervenção do assistente nacional da LIAM, padre Tony Neves, que abordou as “linhas missionárias” presentes na exortação “A alegria do Evangelho”, recordando que “a base dos compromissos missionários é a Espiritualidade”.

Só quem leva a sério a sua fé, através da oração e da vivência dos sacramentos, é que pode “trabalhar por uma conversão contínua e ter uma preocupação séria com os excluídos da sociedade”, alertou.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar