0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-09-11 | Portugal: Igreja Católica saúda o «grande eco» dado à jornada pela paz no mundo

Bispos acreditam que «campanha» levada a cabo pelo Papa Francisco já começa a ter «consequências» positivas nomeadamente na Síria

Fátima, Santarém, 10 set 2013 (Ecclesia) – Os bispos portugueses regozijaram-se hoje em Fátima pela adesão que a vigília de oração pela paz, convocada pelo Papa Francisco, teve em Portugal e um pouco por todo o mundo.

No final da reunião do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), na Casa de Nossa Senhora das Dores, o porta-voz do organismo, padre Manuel Morujão, destacou o “grande eco” dado à iniciativa, não só no Santuário de Fátima onde “estiveram cerca de 5 mil pessoas” mas também “em tantíssimas outras” regiões do país.

De acordo com o sacerdote, a Igreja Católica em Portugal acredita que já começam a surgir “consequências” da “campanha” levada a cabo pelo Papa, nomeadamente no que diz respeito ao conflito na Síria.

“É pela diplomacia, por todas as negociações políticas que se chega à paz e têm havido passos felizes, ao nível dos maiores expoentes do mundo, para que se encontre essa tal saída política, que só essa beneficiará a população local”, sublinhou o secretário do Conselho Permanente da CEP.

O Conselho Permanente é um órgão delegado da assembleia dos bispos católicos em Portugal, com funções de preparar os seus trabalhos e dar seguimento às suas resoluções, reunindo ordinariamente todos os meses.

O organismo é atualmente constituído por D. Manuel Clemente, patriarca de Lisboa (presidente da CEP); D. António Marto (vice-presidente), bispo de Leiria – Fátima; D. Jorge Ortiga (vogal), arcebispo de Braga; D. Gilberto Canavarro Reis (vogal), bispo de Setúbal; D. António Francisco dos Santos (vogal), bispo de Aveiro; D. Manuel Quintas (vogal), bispo do Algarve; D. António Couto, bispo de Lamego; padre Manuel Morujão (secretário).

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar