0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-09-05 | Vaticano: Papa desafia jovens a serem portadores de «esperança» no mundo

Audiência pública de Francisco destacou sinais de «acolhimento, festa e missão» que marcaram a última jornada mundial da juventude

Cidade do Vaticano, 04 set 2013 (Ecclesia) - A primeira audiência pública semanal do Papa depois da pausa de verão, hoje no Vaticano, foi dedicada à última jornada mundial da juventude (JMJ) que decorreu em julho no Rio de Janeiro.

Dirigindo-se particularmente aos jovens presentes na Praça de São Pedro, Francisco recordou o tema do encontro internacional, “Ide e fazei discípulos entre todos os povos” e desafiou-os a serem portadores da “esperança” de Deus, no meio da Igreja Católica e da sociedade.

“Um coração jovem que acolhe o amor de Cristo transforma-se numa esperança para os outros, é uma força imensa. Os jovens devem transformar-se em esperança, abrir o mundo à esperança”, exortou.

“Se permanecerem unidos a Jesus, vão conseguir ser construtores do seu Reino, da sua fraternidade, partilha, das suas obras de misericórdia, serão uma força poderosa que transformará o mundo, que o tornará num local mais justo e belo”, acrescentou.

Para o Papa argentino, poder tomar parte na JMJ no seu próprio continente, na América, “foi uma grande alegria”.

Na mensagem transmitida aos milhares de pessoas que encheram a Praça de São Pedro, o Papa destacou três ideias que sobressaíram da jornada do Rio de Janeiro: “acolhimento, festa e missão”.

Francisco agradeceu “a fraternidade com que as autoridades civis e eclesiásticas, os voluntários, as forças de segurança e as comunidades paroquiais do Rio de Janeiro e de outras cidades do Brasil receberam os peregrinos”.

“Uma peregrinação comporta sempre dificuldades mas o acolhimento ajuda a superá-las”, salientou o Papa, elogiando o “grande coração do povo brasileiro”.

“A hospitalidade da família brasileira e das suas paróquias foi uma das maiores riquezas desta jornada mundial”, referiu ainda.

A 28.ª Jornada Mundial da Juventudedecorreu entre 23 a28de julho de 2013, com a presença de um total de 3,5 milhões de pessoas, nas diversas iniciativas que fizeram parte do evento.

O Papa sublinhou a “festa da fé” que marcou a JMJ, o “verdadeiro motivo desta grande peregrinação” e deixou um desafio aos fiéis presentes:

“Que estas três palavras (acolhimento, festa e missão) não sejam apenas uma lembrança do que aconteceu no Rio mas sejam a alma da nossa vida e da vida das nossas comunidades”, conclui.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar