0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-06-25 | JMJ 2013: Departamento Nacional de Pastoral Juvenil vai promover «LusoFEsta» no Rio de Janeiro

Iniciativa está prevista para 24 de julho e deverá merecer transmissão através da internet

Lisboa, 24 jun 2013 (Ecclesia) – O Departamento Nacional de Pastoral Juvenil vai promover nas Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), entre 23 e 28 de julho no Rio de Janeiro, um encontro entre os participantes lusófonos e as comunidades portuguesas residentes no Brasil.

Em entrevista concedida hoje à Agência ECCLESIA, o padre Eduardo Novo, diretor do organismo, salienta que o objetivo da LusoFEsta, marcada para 24 de julho, é “dar corpo” ao tema das JMJ, “Ide e Fazei Discípulos”, em que cada um é convidado a “partilhar a vida”.

O sacerdote sublinha a importância dos cerca de 500 jovens portugueses inscritos no maior evento juvenil da Igreja Católica serem chamados a “renovar” a ligação entre Portugal e Brasil, através do convívio e do diálogo com as comunidades portuguesas que emigraram para aquele país, “incrementar essa ponte” no âmbito “social, cultural, económico”, entre outros.

A iniciativa, que será acolhida pelo auditório da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, vai servir também para favorecer o encontro dos jovens portugueses com os seus bispos.

D. Ilídio Leandro (Viseu), D. Antonino Dias (Portalegre-Castelo Branco), D. José Cordeiro (Bragança-Miranda), D. António Vitalino (Beja), D. Nuno Brás e D. Joaquim Mendes (Lisboa), D. Virgílio Antunes (Coimbra) e D. Manuel Felício (Guarda) vão marcar presença nas jornadas e inclusivamente orientar algumas das catequeses diárias.

O arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, será outro dos responsáveis católicos presentes no evento, criado por iniciativa do Papa João Paulo II.

Este ideal de comunhão, sempre presente no espírito das últimas 26 edições das jornadas, é também simbolizado através do conteúdo do kit que os participantes portugueses levarão consigo para o “país-irmão”.

Além de “um boné, de um cartão de identificação, de um polo, dos guiões para as celebrações dos vários dias, e de um par de havaianas”, os jovens vão ter consigo “uma bandeira portuguesa para partilhar e trocar” com colegas dos mais variados países.

De acordo com o padre Eduardo Novo, a LusoFEesta deverá ter direito a transmissão online através da internet, a exemplo de várias outras iniciativas que terão lugar quer em solo brasileiro quer também em Portugal, onde não vão faltar momentos de ligação com o ambiente das jornadas e das pré-jornadas.

O “Festival Jota”, entre 19 e 21 de julho na Diocese da Guarda, o “Rio in Douro” (Porto), o “Mergulha in Rio” (Viseu), “Do Cristo Rei ao Cristo Redentor” (Setúbal) e “Made in Rio” (Funchal), nos dias 27 e 28 de julho, são alguns dos eventos previstos para jovens portugueses que não puderam viajar até ao Rio de Janeiro.

Ainda não estão definidos todos os eventos que poderão ser acompanhados via "webtv", mas a ideia é promover a “interatividade” entre os que ficaram e os que seguiram para o Brasil e “partilhar imagens dos grupos”, como por exemplo durante a vigília de 27 de julho, com o Papa.

Durante os seis dias das JMJ2013, os jovens portugueses vão ser responsáveis pela animação de três catequeses, “Sede de esperança, sede de Deus”, no dia 24, “Ser discípulos de Cristo”, dia 25 e no dia seguinte “Ser Missionários: Ide!”.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar