0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-06-07 | Oração pela santificação dos sacerdotes

Oração pela santificação dos sacerdotes

Cidade do Vaticano, 07 jun 2013 (Ecclesia) – O prefeito da Congregação para o Clero escreveu a todos os padres e seminaristas, no âmbito da jornada mundial de oração pela santificação dos sacerdotes, que hoje se celebra, pedindo um “testemunho de vida”.

“No contexto cultural atual, mostra-se especialmente importante o testemunho de vida – condição de autenticidade e credibilidade - que faz descobrir como a força do amor de Deus torna eficaz a sua Palavra. Não devemos esquecer que os fiéis procuram no sacerdote o homem de Deus e a sua Palavra, a sua Misericórdia e o Pão da Vida”, realça D. Mauro Piacenza.

Nas cartas, publicadas através da internet, o arcebispo italiano deixa várias orientações relacionadas com o desempenho do ministério sacerdotal, quer na assistência social e espiritual das comunidades quer também como veículo impulsionador de novas vocações para a Igreja Católica.

De acordo com aquele responsável, os sacerdotes são antes de mais chamados a “ser protagonistas e animadores diligentes para uma redescoberta da fé na sua integridade e em todo o seu fascínio”.

Isto implica não só transmitir a doutrina católica de forma “ordenada” mas também exercitar a “pedagogia da santidade”, cultivar a amizade com Deus através da “oração” e ter a capacidade de abrir o coração aos outros.

Aqui o prefeito da Congregação para o Clero recorda as palavras que o Papa deixou durante a missa crismal deste ano em Roma, no dia 28 de março.

“O sacerdote que sai pouco de si mesmo, que unge pouco – não digo ‘nada’, porque, graças a Deus, o povo nos rouba a unção –, perde o melhor do nosso povo, aquilo que é capaz de ativar a parte mais profunda do seu coração presbiteral. Quem não sai de si mesmo, em vez de ser mediador, torna-se pouco a pouco um intermediário, um gestor”, referiu Francisco.

Quanto à sua missão de fomentadores e formadores de vocações, D. Mauro Piacenza sublinha a necessidade dos responsáveis pelos seminários privilegiarem uma educação marcada “pelo exemplo e pelo cuidado”.

“Um Sacerdote exemplar dificilmente não suscitará nas mentes dos jovens a pergunta: não serei eu também chamado a uma vida assim bela e feliz? Exatamente desse modo os Sacerdotes são canais através dos quais Deus faz ressoar o divino chamado no coração daqueles que ele escolheu!”, aponta o arcebispo.

Por outro lado, “embora seja oportuno evitar qualquer preconceito ao receber os seminaristas, como também qualquer rigorismo, é de grandíssima importância proteger-se cuidadosamente do relaxamento e da negligência no julgamento”.

“A Igreja certamente precisa de Sacerdotes, mas não de qualquer tipo de Sacerdote! A urgência pastoral da Igreja não pode induzir a uma pressa em conferir o ministério. Na dúvida é melhor usar o tempo necessário e realizar as avaliações oportunas, não excluindo dispensar aqueles candidatos que não oferecem garantias suficientes”,sustenta D. Mauro Piacenza.

A Santa Sé promove nesta sexta-feira, solenidade litúrgica do Coração de Jesus, a Jornada Mundial de Oração pela santificação dos Sacerdotes.

evento foi instituído em 1995 pelo Papa João Paulo II, com o objetivo de ajudar os membros do clero “a conformarem-se cada vez mais plenamente com o coração do Bom Pastor”.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar