0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-05-22 | Papa critica «capitalismo selvagem»

Francisco visitou casa de acolhimento gerida pelas religiosas de Madre Teresa Calcutá

Cidade do Vaticano, 22 mai 2013 (Ecclesia) – O Papa deixou críticas ao “capitalismo selvagem” durante uma visita à casa ‘Dom de Maria’, dirigida pelas religiosas de Madre Teresa de Calcutá, que acolhe pessoas necessitadas, no Vaticano.

“O capitalismo selvagem ensinou a lógica do lucro a qualquer custo”, disse Francisco, numa intervenção divulgada hoje pelo portal de notícias ‘news.va’.

A visita, que decorreu na tarde de terça-feira, visou assinalar o 25.º aniversário da entrega da gestão desta casa de acolhimento a Madre Teresa por João Paulo II.

O Papa Francisco elogiou a hospitalidade “sem distinção de nacionalidade ou religião” que se vive na instituição, pedindo que se recupere o “sentido do dom”, da gratuidade e da solidariedade.

A intervenção sublinhou a importância de travar a “exploração que não olha às pessoas”.

“Vemos os resultados nesta crise que estamos a viver”, acrescentou.

O Papa deixou um “obrigado” às Missionárias da Caridade, responsáveis pela casa, que apresentou como “a mão de Deus que sacia a fome de todo o ser vivo”.

“Na fronteira entre Vaticano e Itália, esta casa é um forte apelo a todos nós, à Igreja, à Cidade de Roma, a ser cada vez mais família, abertos ao acolhimento, à atenção e à fraternidade”, precisou.

O encontro realizou-se no pátio situado entre a Casa Dom de Maria, o prédio do antigo Santo Ofício e o adro da sala Paulo VI.

Francisco foi acolhido com uma guirlanda de flores, segundo o costume indiano, que as irmãs colocaram no seu pescoço.

“A música desta casa é o amor”, disse.

Estavam presentes mais de cem pessoas, entre hóspedes e voluntários, que o Papa cumprimentou pessoalmente.

A estrutura acolhe 25 mulheres e serve refeições a cerca de 60 homens, diariamente.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar