0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-05-21 | Novo patriarca diz que crise desafia Igreja

D. Manuel Clemente aborda mudança para Lisboa e destaca anos passados no Porto

Porto, 20 mai 2013 (Ecclesia) – O novo patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, considerou que a atual crise deve desafiar a Igreja Católica a procurar novas formas de estar na sociedade.

O sucessor de D. José Policarpo disse à Agência ECCLESIA que a crise económica e de valores é visível, mas sendo estes momentos “negativos no prejuízo que trazem às pessoas”, também são “ocasião para uma renovada presença cristã no mundo”.

D. Manuel Clemente, nomeado este sábado pelo Papa Francisco para liderar o Patriarcado de Lisboa, afirma que a palavra crise “significa tudo aquilo que altera as expectativas e a normalidade”, mas realça que “vale a pena a conversão aos valores”.

Em tempos que não são de abundância económica, o responsável reconhece que “sempre foi” difícil pregar o evangelho a estômagos vazios, apelando à entreajuda e colaboração entre todos.

O bispo esteve à frente da Diocese do Porto mais de seis anos e sublinha que foram tempos “muito bonitos em termos de companhia e amizade” no meio de pessoas “muito hospitaleiras”.

O prelado refere que na diocese portuense é “tudo muito direto” e “a familiaridade ganha-se depressa”, frisando que “essas coisas não se perdem” e vão consigo para Lisboa.

Com 64 anos, o até agora bispo do Porto não pensa mudar o seu estilo pastoral: “É olhar para o Evangelho e tentar decalcar na vida, aquilo que era a atitude de Cristo”

Natural de Torres Vedras (Diocese de Lisboa), D. Manuel Clemente volta a uma região que bem conhece e vai tentar cumprir o mandato de Jesus, “fazei isto em memória de mim”, que apresenta como “um programa para um bispo e para qualquer cristão”.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar