0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-05-02 | Visita do Sr. D. Gilberto à Obra do Bom Pastor
Setúbal: Visita do Sr. D. Gilberto à Obra do Bom Pastor



No passado dia 28 realizou-se mais um encontro mensal da Obra do Pastor. Neste primeiro encontro após a Páscoa, contámos com a presença do Sr. D. Gilberto, Bispo de Setúbal, que dirigiu aos membros da Obra do Bom Pastor palavras de incentivo e de grande reconhecimento pelo apoio que esta obra diocesana tem prestado ao nosso Seminário. Estiveram presentes cerca de 70 pessoas oriundas de várias paróquias da nossa Diocese. Seguiu-se um lanche e convívio. O encontro terminou, como habitual, com a Adoração do Santíssimo Sacramento com celebração solene de Vésperas, com a comunidade do Seminário.
O próximo encontro será em Maio e nesse dia a Obra do Bom Pastor realizará o habitual Passeio / Peregrinação. Este ano iremos ao Mosteiro de Alcobaça e ao Santuário de Nª Sr.ª da Nazaré.
O último encontro deste ano pastoral será no dia 30 de Junho. Nesse dia teremos connosco a Ir. Natália Rocha, Superiora da Comunidade de Fátima da Aliança de Santa Maria, que proferirá uma conferência sobre a devoção dos primeiros sábados.
O que é a Obra do Bom Pastor?
O objectivo da Obra do Bom Pastor é a promoção das vocações sacerdotais e a ajuda espiritual e material ao Seminário Diocesano.
Os Núcleos Paroquiais da Obra do Bom Pastor organizam e dinamizam, sob a orientação do respectivo pároco, a oração pelas vocações na Paróquia.
Os elementos da Obra do Bom Pastor participam, na medida do possível, nos Encontros no Seminário de S. Paulo de Almada. Estes encontros, que acontecem habitualmente nos últimos Domingos de cada mês, seguem, usualmente, o seguinte esquema: Conferência/Formação – Convívio (lanche partilhado) – Adoração do Santíssimo Sacramento e Celebração Solene de Vésperas. Horário: das 15:30 às 18:30 horas. Não é necessária qualquer inscrição prévia.
Ultimamente têm sido criados novos núcleos da Obra do Bom Pastor, nomeadamente nas paróquias do Feijó e de Azeitão.
Pe Fernando Paiva

Fonte: Site da Diocese de Setúbal
<<< Voltar