0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-03-12 | Turismo: Igreja Católica quer agilizar criação de serviços diocesanos dedicados a esta área pastoral

Obra Nacional responsável pela promoção do património religioso português mudou a data das primeiras jornadas do setor para 15 e 16 de novembro

Fátima, Santarém, 11 mar 2013 (Ecclesia) – A Obra Nacional da Pastoral do Turismo (ONPT), hoje reunida em Fátima, definiu como “prioritária” a constituição de serviços dedicados a esta área em todas as dioceses do país.

Em comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o diretor daquele organismo católico, padre Carlos Godinho, considera esta medida “determinante” para o sucesso da “missão da Obra Nacional”, que pretende contribuir para a divulgação e valorização do património religioso português.

Para dar seguimento à implantação dos referidos serviços diocesanos, a ONPT vai promover em abril um encontro “com todos os delegados diocesanos dos Secretariados da Mobilidade Humana, serviço em que se insere a Pastoral do Turismo”.

O sacerdote adianta ainda que “está a ser elaborada uma nota pastoral, sobre Pastoral do Turismo, pedida pelo Presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana” e arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga.

Este documento será “posteriormente” enviado para a Conferência Episcopal Portuguesa, para ser debatido.

No plano das iniciativas que envolvem a ONPT, criada há pouco mais de três meses, a direção considerou a presença do organismo na recente Bolsa de Turismo de Lisboa, entre 27 de fevereiro e 3 de março, como “francamente positiva, pesem embora alguns acertos, que se consideraram necessários, em ordem à participação em eventos futuros”.

Quando à próxima iniciativa em agenda, as Jornadas Nacionais de Pastoral do Turismo, que estavam inicialmente previstas para 27 e 28 de setembro, foram remarcadas para 15 e 16 de novembro, “mantendo-se o Santuário de Fátima como local da sua realização”.

De acordo com o padre Carlos Godinho, esta revisão prendeu-se fundamentalmente com a necessidade de facilitar a participação, neste evento, do maior número possível de agentes turísticos, realizando-o, para isso, na época baixa da atividade turística”.

O programa provisório das jornadas já está a ser elaborado e merecerá depois uma análise mais detalhada por parte de todos os elementos da ONPT.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar