0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2013-03-05 | Vaticano: 12 eleitores ausentes na primeira reunião geral do Colégio Cardinalício

Presença dos cardeais com menos de 80 anos é indispensável para eventual antecipação do Conclave

Cidade do Vaticano, 04 mar 2013 (Ecclesia) – O Vaticano revelou hoje que 12 dos 115 cardeais esperados para o próximo Conclave estiveram ausentes na primeira reunião (congregação) geral do Colégio Cardinalício, esperando-se a sua chegada nas próximas horas.

A presença de todos os cardeais eleitores é uma condição indispensável para se poder antecipar o período de espera de 15-20 dias após o fim do pontificado para se iniciar a escolha do novo Papa, segundo as disposições de Bento XVI publicadas há uma semana.

"Não temos qualquer informação sobre o início do Conclave", referiram os responsáveis pela comunicação do Vaticano, em conferência de imprensa.

Entre os ausentes contam-se o bispo de Hong Kong, cardeal Tong, e o vietnamita Pham Minh Mân.

A reunião geral desta manhã reuniu 142 dos 207 cardeais da Igreja Católica, incluindo aqueles que, por terem mais de 80 anos de idade, não podem participar no Conclave.

A constituição apostólica de João Paulo II que rege o período da Sé vacante – entre a renúncia de Bento XVI e a escolha de um sucessor – determina que os cardeais, na primeira congregação geral em que marcam presença, prestem “juramento sobre a observância das prescrições” que nela se contêm e sobre “a guarda do segredo” relativo a “tudo aquilo que, de qualquer modo, se relacione com a eleição do Romano Pontífice, ou que, por sua natureza, durante a vacância da Sé Apostólica, postule o mesmo segredo”.

As congregações gerais terão de tomar uma série de decisões, do alojamento dos cardeais aos preparativos para o processo de eleição na Capela Sistina, antes de determinar a data de início do próximo Conclave.

Na primeira reunião foi apresentada pelo decano [presidente] do Colégio Cardinalício, D. Angelo Sodano, a proposta de redação de uma mensagem do Colégio Cardinalício ao Papa emérito, Bento XVI.

Os cardeais decidiram ainda confiar a primeira das meditações previstas durante a Sé vacante ao pregador da Casa Pontifícia, o padre Raniero Cantalamessa.

Durante o tempo de debate, houve 13 intervenções dos presentes, destacou o padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, em conferência de imprensa.

O sacerdote admitiu que os cardeais possam pedir "relatórios" sobre a situação da Igreja em geral e da Cúria Romana, mas disse que os mesmos ainda não foram solicitados.

Além destas reuniões gerais há 'congregações particulares', com a presença do cardeal camerlengo (D. Tarcisio Bertone) e três outros cardeais, sorteados a cada três dias.

A Câmara Apostólica, presidida pelo camerlengo, D. Tarcisio Bertone, secretário de Estado de Bento XVI, tem como função “custodiar” os bens da Igreja.

Os cardeais presentes em Roma vão voltar a reunir-se esta tarde.

O Conclave, palavra com origem no latim 'cum clavis' (fechado à chave), pode ser definido como o lugar onde os cardeais se reúnem em clausura para eleição do Papa.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar