0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2012-05-16 | Guimarães: Novos roteiros religiosos funcionam como «atrativo extra» à Capital Europeia da Cultura

«Pessoas já perguntam e mostram curiosidade», revela diretor técnico da Turel

D.R.

Guimarães, Braga, 16 mai 2012 (Ecclesia) – O diretor técnico da Cooperativa TUREL – Turismo Cultural e Religioso, mostrou-se hoje confiante de que os novos roteiros desenvolvidos para as igrejas e santuários de Guimarães vão chamar mais visitantes à Capital Europeia da Cultura 2012.

“O objetivo principal é contribuir para o aumento do número de turistas, dar às pessoas mais um motivo para visitarem Guimarães, e de certeza que estes recursos vão funcionar como um atrativo extra”, sustentou Varico Pereira, coordenador dos projetos, em declarações à Agência ECCLESIA.

As novas ferramentas de divulgação dos monumentos, que vão estar à disposição do público de forma totalmente gratuita, nasceram de uma parceria alargada envolvendo os promotores da iniciativa Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura, a Turel e a Arquidiocese de Braga.

“A Arquidiocese de Braga está a realizar um trabalho muito detalhado de inventariação e, no caso de Guimarães, o processo permitiu identificar os recursos mais relevantes e apresentá-los em forma de roteiro”, explicou Varico Pereira.

Na génese de todo o processo está o programa ‘Religioso em Guimarães: Memória e Identidade’, que visa a afirmação da região como destino turístico cultural e religioso.

A ideia é envolver não só os turistas e peregrinos mas também “a população local”, para que esta funcione também como um polo de dinamização do património.

No que diz respeito ao roteiro religioso do centro urbano vimaranense, que dá a conhecer as nove igrejas mais representativas da cidade, as expectativas da Turel já começaram a ser comprovadas no terreno.

“A obra foi apresentada apenas há um dia [terça-feira] mas, em conversa com operadores turísticos de Guimarães, deu para perceber que as pessoas já perguntam e mostram curiosidade”, adianta o diretor técnico da cooperativa.

Escrito em português e inglês – futuramente poderá também estar traduzido em espanhol – o roteiro está à disposição das pessoas em cada um das igrejas envolvidas: São Pedro, São Francisco, Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos, Nossa Senhora da Oliveira, Nossa Senhora do Carmo, Santo António dos Capuchos, Misericórdia, S. Domingos e São Sebastião.

A publicação está ainda a ser distribuída pelos postos de turismo, museus e hotéis da cidade e pode ser encontrada também em alguns restaurantes locais.

Nalguns casos, como na igreja de Nossa Senhora do Carmo, a experiência dos visitantes pode ser enriquecida com recurso a um guia permanente, que acolhe e acompanha as pessoas.

O próximo passo será o lançamento, em julho, de um roteiro religioso dedicado aos cinco santuários do concelho: Santuário de S. Torcato, Santa Marinha, Nossa Senhora da Penha, Nossa Senhora da Lapinha e São Bento das Peras.

Uma vez que esta proposta implica uma deslocação mais extensa - completar o itinerário implica percorrer cerca de 50 quilómetros - a Turel está a preparar “um programa que permita aos turistas ter transporte e alimentação incluída”.

Varico Pereira concluiu a apresentação dos projetos destacando o baixo grau de investimento realizado.

“Felizmente todos os monumentos incluídos apresentam ótimas condições de conservação e acessibilidade e não foi necessário efetuar qualquer intervenção na estrutura para facilitar a visita”, salientou.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar