0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2012-05-15 | Portugal: Mil cristãos uniram-se à iniciativa «Juntos pela Europa»

Porto, Coimbra, Lisboa, Faro e Funchal apelaram a união de valores perante a crise económica e financeira

Agência ECCLESIA| Castelo de São Jorge, Lisboa

Lisboa, 14 mai 2012 (Ecclesia) – Mais de mil cristãos portugueses uniram-se este sábado à manifestação ecuménica ‘Juntos pela Europa’, com eventos públicos em Porto, Coimbra, Lisboa, Faro e Funchal em defesa de uma união de valores perante a crise económica e financeira.

Pedro Vaz Patto, vogal da Comissão Nacional Justiça e Paz, explica à ECCLESIA que a iniciativa quis ser um “sinal de unidade”, considerando que se vive “o momento oportuno para lembrar o que esteve na origem do projeto da União Europeia” em que é necessário “apontar a valores, mais do que a interesses”.

As diversas ações em Portugal reuniram autoridades civis e religiosas, refere hoje o site da iniciativa, procurando sublinhar os valores “estruturantes” que integram o manifesto dos ‘7 Sim’s’: vida, família, ecologia, economia, solidariedade, paz e responsabilidade social.

No Porto, D. Manuel Clemente encorajou os jovens a “terem como modelo os fundadores da Europa”, procurando incidir na sociedade como “fermento na massa”.

O bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, esteve em Faro para deixar uma palavra de “estímulo” aos que procuram “reavivar o espírito cristão na Europa”.

Em Lisboa, a iniciativa envolveu cerca de 400 pessoas em animação nas ruas entre o Terreiro do Paço e o Castelo de São Jorge, durante toda a manhã, num ambiente de festa.

“Apesar das dificuldades, e elas existem, são reais, temos muitas coisas com as quais nos podemos alegrar”, declarou à ECCLESIA Rui Pestana, do Movimento de Schoenstatt, após ter feito o percurso na capital portuguesa.

Pedro Simões, do Movimento dos Cursilhos de Cristandade, participou na atividade com a sua mulher, Cláudia Coelho, frisando a importância de, enquanto cristãos, “marcar a diferença nos tempos conturbados” que se estão a viver.

No Funchal, o ‘Juntos pela Europa’ associou-se ao ‘Dia da Cidade Solidária’, com a recolha de alimentos por parte da Cáritas, incluindo um momento de oração com membros de várias Igrejas.

Em Coimbra, foi feita a final do concurso organizado nalgumas escolas da cidade com trabalhos apresentados sobre as raízes cristãs do Velho Continente.

O evento central decorreu em Bruxelas, onde marcaram presença Romano Prodi, ex-presidente da Comissão Europeia, e Andrea Riccardi, fundador da Comunidade de Santo Egídio e atual ministro italiano para a Cooperação Internacional e a Integração.

Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, enviou uma mensagem aos promotores do evento, na qual destaca os “tempos de grandes desafios políticos, económicos e sociais”.

O responsável português sublinha que “a Europa precisa de uma alma” e que o diálogo com as Igrejas e comunidades religiosas “é essencial para a alimentar”.

Herman van Rompuy, presidente do Conselho da Europa, pediu, por sua vez, que os participantes se recordem “da solidariedade e da necessária fraternidade que é preciso construir e reforçar cada dia entre os europeus”.

“A Europa é um projeto, mas é também a soma dos encontros. Uma unidade na diversidade e para a alteridade”, acrescentou, na sua mensagem.

A iniciativa ‘Juntos pela Europa’ envolveu 250 movimentos cristãos de diferentes Igrejas "por uma Europa unida, solidária e acolhedora".

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar