0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2012-05-11 | Igreja/Portugal: Bispos nomeiam direção para nova Obra Nacional da Pastoral do Turismo

Estrutura vai ser presidida pelo padre Carlos Godinho, pároco do Luso

Fátima, Santarém, 08 mai 2012 (Ecclesia) – A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) anunciou hoje em Fátima a nomeação da direção para a nova Obra Nacional da Pastoral do Turismo.

A estrutura vai ser presidida pelo atual pároco do Luso (Diocese de Coimbra), padre Carlos Godinho, de 46 anos, revelou o secretário da CEP após a reunião do Conselho Permanente do organismo episcopal.

“Sabemos que Portugal é um país turístico: projeta-se que sejam cerca de 20 milhões, no ano de 2020, os turistas internos e os que vêm de outros países”, disse aos jornalistas o padre Manuel Morujão.

A Obra Nacional da Pastoral do Turismo é um organismo previsto na estrutura da Igreja Católica em Portugal desde 1970 mas que nunca tinha chegado a concretizar-se.

Uma das prioridades desta entidade vai ser a criação de “itinerários turísticos religiosos”, dado que os turistas “vêm a Fátima, passam pela igreja de Santo António, a Sé e os Jerónimos, em Lisboa, e pouco mais”, explicou à Agência ECCLESIA o frei Sales Dinis, secretário da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana.

No encontro 'Turismo: oportunidades de evangelização’, que a Igreja Católica promoveu em 2010, o padre Carlos Godinho referia à ECCCLESIA que as férias constituem uma oportunidade para o aprofundamento da “identidade cristã”, exemplificando a sua convicção com a história de uma turista que encarava a sua passagem pelas termas como “um espaço quase de retiro espiritual”, estimulado pela leitura e “proximidade à vida da paróquia”.

Fonte: Agência Ecclesia
<<< Voltar