0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2012-04-25 | Vocações: A importância de «assumir o caminho» proposto por Deus

Padre Paulo Franco, da paróquia de Nossa Senhora dos Navegantes, em Lisboa, conta a história do seu sacerdócio

Lisboa, 24 abr 2012 (Ecclesia) – “Disponibilidade” e “confiança” são conceitos essenciais no dicionário vocacional do padre Paulo Franco, responsável pela paróquia de Nossa Senhora dos Navegantes, no Parque das Nações, em Lisboa.

Em declarações à ECCLESIA, no âmbito da Semana de Oração pelas Vocações, que a Igreja Católica vai assinalar até ao próximo domingo, o sacerdote recorda a sua entrada no seminário, há quase 23 anos, como “resposta à vontade de Deus” e fruto de uma família que lhe deu capacidade de “assumir o caminho que ia escolhendo”.

A abertura “interior” ao desafio do Evangelho e o apoio das pessoas que o acompanharam, no início do seu percurso, permitiram ao jovem natural da Benedita ir-se “abandonando” ao projeto da Igreja.

“Não foi propriamente uma paixão individual por algo em concreto, foi esta disponibilidade que ao longo da vida foi acontecendo, feita de altos e baixos, de dúvidas e de certezas, de questões e de revelações”, salienta.

Aos 39 anos, o padre Paulo Franco olha para trás com a alegria de quem seguiu “não um projeto pessoal” ou uma vida “pré-definida” mas sim “um serviço” baseado no anúncio, dia a dia, da “boa nova” de Cristo.

“Cada pessoa é um desafio e cada dia é um dia novo, caso contrário a vocação morre, porque Deus é novidade”, aponta aquele responsável, consciente de que é chamado a ser “sinal e presença” da Igreja no mundo, sobretudo através do “discernimento” e no “desafio”.

Apesar da força e convicção do seu “sim” a Deus, o sacerdote reconhece que há sempre “nãos” no caminho, “porque o pecado faz parte da vida das pessoas”.

“A sorte é que Deus nunca desiste do homem e vai encaminhando-o de modo a que o seu sim prevaleça”, sustenta.

programa ECCLESIA na Antena 1 aborda até ao próximo domingo a Semana de Oração pelas Vocações, a partir das 22h45, com testemunhos de pessoas que vivem o seu chamamento interior, através da vida consagrada, do matrimónio e do serviço ao próximo, dentro da Igreja.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar