0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2012-02-11 | Vaticano: Programa do próximo Consistório inclui debate sobre novos santos

Santa Sé divulga calendário de celebrações com os futuros cardeais, nos quais se inclui o português D. Manuel Monteiro de Castro

Cidade do Vaticano, 10 fev 2012 (Ecclesia) – O Vaticano divulgou hoje o programa do próximo Consistório, para a criação de 22 novos cardeais, nos quais se inclui o português D. Manuel Monteiro de Castro, penitenciário-mor da Santa Sé.

O rito de entrega do barrete e do anel cardinalícios, bem como a atribuição uma igreja de Roma (título ou diaconia) a cada cardeal, vai decorrer na Basílica de São Pedro, no dia 18 deste mês, a partir das 10h30 (hora local, menos uma em Lisboa), refere o Departamento das Celebrações Litúrgicas do Sumo Pontífice.

Após a celebração, o Consistório público ordinário prossegue com a análise de sete causas de canonização, com destaque para a primeira beata indígena norte-americana, Kateri Tekakwitha, nascida em 1656 e falecida em 1680, no Canadá.

Esta é uma cerimónia em latim, com momentos de oração, relativa à decisão sobre proclamar como santos alguns fiéis católicos cuja vida esteve em análise, por parte da Santa Sé, após ter sido aprovado um milagre atribuído à sua intercessão.

Após a apresentação da biografia de cada beato, o Papa convida os cardeais a manifestarem a sua decisão sobre os processos e, se não houve impedimentos, anuncia a data da cerimónia de canonização.

Ainda no dia 18 vai ter lugar as visitas de cortesia aos novos cardeais, entre as 16h30 e as 18h30, que, no caso de D. Manuel Monteiro de Castro, decorrem na sala régia do Palácio Apostólico do Vaticano.

Bento XVI convocou os membros do colégio cardinalício e os cardeais designados para um encontro de “reflexão e de oração”, no dia 17, entre as 10h00 e as 17h00, em volta do tema ‘O anúncio do Evangelho hoje, entre missãoad gentese nova evangelização’.

O debate sobre esta questão vai ser introduzido por uma intervenção do cardeal designado D. Timothy Dolan, arcebispo de Nova Iorque, Estados Unidos da América. Segundo comunicado da sala da imprensa da Santa Sé, durante os trabalhos haverá ainda uma comunicação sobre o ‘ano da fé’, que se inicia em outubro, a cargo de D. Salvatore Fisichella, presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização.

No domingo, dia 19, o Papa vai presidir à missa com os novos cardeais, a partir das 09h30, na Basílica de São Pedro.

No dia seguinte, ainda no Vaticano, Bento XVI profere um discurso aos novos cardeais, acompanhados pelos seus familiares e os peregrinos vindos para o consistório.

D. Manuel Monteiro de Castro, de 73 anos, nasceu em Prazins-Santa Eufémia, Guimarães; foi ordenado padre em 1961 e bispo em 1985.

O novo cardeal português tem uma longa experiência diplomática ao serviço da Santa Sé, que o fez passar pelo Panamá, Guatemala, Vietname, Austrália, México, Bélgica, Trindade e Tobago, África do Sul e Espanha, onde permaneceu entre 2000 e 2009.

Está na Cúria Romana desde julho de 2009, quando assumiu o cargo de secretário da Congregação para os Bispos, tendo sido posteriormente nomeado por Bento XVI como consultor da Congregação para a Doutrina da Fé e secretário do Colégio Cardinalício, antes de, em janeiro, passar a ser o responsável máximo pela Penitenciaria Apostólica, um dos três tribunais da Cúria Romana.

A 6 de janeiro, Bento XVI anunciou publicamente a sua criação como cardeal.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar