0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2012-01-11 | Vaticano: Conferência Episcopal saúda criação de terceiro cardeal português

Conselho Permanente do episcopado aprovou «voto de congratulação» a D. Manuel Monteiro de Castro

  D.R.

Fátima, Santarém, 10 jan 2012 (Ecclesia) – O Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) aprovou hoje um “voto de congratulação” pelo anúncio da criação como cardeal de D. Manuel Monteiro de Castro, penitenciário-mor da Santa Sé.

No documento, enviado à Agência ECCLESIA, o organismo do episcopado “congratula-se com esta distinção, saudando cordialmente o novo cardeal e prometendo a sua oração pelo bom desempenho deste serviço ao sucessor de Pedro [o Papa]”.

A decisão de Bento XVI foi anunciada pelo próprio, no Vaticano, durante a recitação da oração do angelus nesta sexta-feira.

O consistório para a criação de 22 novos cardeais, incluindo o terceiro de Portugal, vai decorrer a 18 de fevereiro.

D. Manuel Monteiro de Castro está na Cúria Romana desde julho de 2009, quando assumiu o cargo de secretário da Congregação para os Bispos, tendo sido posteriormente nomeado por Bento XVI como consultor da Congregação para a Doutrina da Fé e secretário do Colégio Cardinalício, antes de passar a ser o responsável pela Penitenciaria Apostólica, um dos três tribunais da Cúria Romana.

Natural de Santa Eufémia de Prazins, Guimarães, o novo cardeal português foi ordenado padre em 1961 e bispo em 1985.

O prelado tem uma longa experiência diplomática ao serviço da Santa Sé, que o fez passar pelo Panamá, Guatemala, Vietname, Austrália, México, Bélgica, Trindade e Tobago, África do Sul e Espanha, onde permaneceu entre 2000 e 2009; foi também observador permanente do Vaticano na Organização Mundial do Turismo.

Os outros cardeais portugueses são D. José Saraiva Martins, prefeito emérito da Congregação para as Causas dos Santos, com 80 anos de idade, e D. José Policarpo, patriarca de Lisboa e presidente da CEP, de 75 anos.

O Conselho Permanente da CEP é um órgão delegado da assembleia dos bispos católicos, com funções de preparar os seus trabalhos e dar seguimento às suas resoluções, reunindo ordinariamente todos os meses.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar