0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2012-01-05 | Braga: Arcebispo diz que cristianismo deve ser «proposta de caminho de felicidade»

D. Jorge Ortiga escreve às paróquias de Famalicão, marcando início de visitas pastorais com atenção aos pobres e desempregados

Lisboa, 04 jan 2012 (Ecclesia) – O arcebispo de Braga enviou hoje uma carta às paróquias de Famalicão, marcando o início das visitas pastorais e revelando a intenção de atender aos “mais pobres, necessitados, desempregados ou mergulhados em problemas familiares”.

“A sociedade hodierna vive ameaçada por problemas diversificados que perturbam a existência das pessoas. É neste mundo que o cristianismo se insere como uma resposta ou proposta de caminho de felicidade”, refere a missiva assinada por D. Jorge Ortiga, conjuntamente com o bispo auxiliar da diocese, D. Manuel Linda, disponível na página diocesana na Internet.

Deixando “uma palavra de muita esperança a todas as famílias”, a mensagem alude ao Concílio Vaticano II (1962-65), que “veio sublinhar a importância que a comunidade sempre teve na vida da Igreja”.

“Sou cristão quando me sinto parte duma família, na imitação da Trindade e, como membro vivo desta família, me corresponsabilizo para viver e crescer num ambiente comunitário e empenhar-me, assumindo tarefas concretas, para que a comunidade exista”, pode ler-se.

Os prelados assinalam, por outro lado, que o bispo tem “o dever de ir ao encontro das comunidades”, para que “prossigam com coragem a sua renovação”.

“Apelaremos para que sejam comunidades evangelizadas e evangelizadoras, procurando que em todas exista um Grupo Bíblico, comunidades atentas às carências e necessidades através dum Grupo de Ação Social e comunidades de corresponsáveis através dum profícuo funcionamento dos Conselhos Pastorais Paroquiais”, adianta a carta episcopal.

Além das visitas às comunidades, D. Jorge Ortiga convida “crentes ou não crentes” a interpelarem os responsáveis católicos através do site www.diocese-braga.pt, frisando que “ninguém ficará sem uma resposta”.

“Não deixem de nos interpelar. Agradecemos que nos digam o que pensam e esperam da Igreja”, indica a missiva.

O arciprestado de Vila Nova de Famalicão, a sul de Braga, inclui dez paróquias.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar