0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2012-01-03 | Beja: Juventude «não é a geração rasca ou do vazio, mas a indignada», diz bispo

Instituições sociais, culturais e políticas, e religiosas devem «pedir desculpa» aos jovens pelo «desinteresse» nos «valores transcendentes»

Beja, 03 jan 2012 (Ecclesia) – A juventude “não é a geração rasca ou do vazio, mas a indignada perante uma sociedade sem valores”, frisa o bispo de Beja, D. António Vitalino, na primeira nota semanal de 2012, enviada à Agência ECCLESIA.

“Os adultos e as instituições sociais, culturais e políticas, e também as religiosas, têm muito a rever na sua pedagogia, no seu testemunho e até mesmo pedir desculpa às novas gerações pelo nosso desinteresse, para não dizer esquecimento ou negação, pela verdade, pela justiça, pela solidariedade, pelo bem comum, pelos valores transcendentes e espirituais”, sublinha.

D. António Vitalino, que baseia a sua reflexão na mensagem do Papa para o Dia Mundial da Paz de 2012, dedicada à educação da juventude, acentua que adultos, educadores e famílias precisam de recorrer a “novas pedagogias”, onde “cada interveniente põe o outro em primeiro lugar, numa atitude de respeito pela dignidade da pessoa, de abertura e de testemunho das próprias convicções e saberes”.

“As atitudes materialistas, egoístas e relativistas dos adultos projetaram muitas sombras e trevas nos horizontes das novas gerações. Mas o coração do ser humano, sobretudo o do jovem, dificilmente se deixa abafar”, acrescenta o bispo de Beja, que realça a importância da relação espiritual com Deus.

Na “escuridão de sentido” da sociedade “o coração humano anseia pela aurora”, aponta o responsável, para quem a experiência de conversão de Santo Agostinho (354-430), “continua a ser feita por muitos jovens, quando descobrem a beleza do amor de Deus e a fugacidade e mentira das atrações mundanas”.

mensagem de Bento XVI para o Dia Mundial da Paz, iniciativa criada em 1968 pelo Papa Paulo VI e que se assinala no primeiro dia do ano, é dedicada em 2012 ao tema “Educar os jovens para a justiça e a paz”.

Fonte: Agência Ecclesia

<<< Voltar