0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2011-12-27 | Ecumenismo: Papa e secretário-geral da ONU enviam mensagens para encontro europeu de Berlim

Iniciativa promovida pela Comunidade de Taizé é vista como forma de reforçar a solidariedade e a confiança no futuro

Lisboa, 27 dez 2011 (Ecclesia) – O Papa e o secretário-geral da ONU foram duas das personalidades internacionais que enviaram mensagens para o próximo encontro europeu de jovens promovido pela Comunidade ecuménica de Taizé, destacando a importância da “solidariedade” e da “confiança”.

“O Papa Bento XVI une-se a vós na oração e encoraja-vos a abrir caminhos de confiança em todo o mundo”, indica a mensagem pontifícia divulgada pelo site da comunidade, com sede em França.

Os monges de Taizé esperam reunir cerca de 30 mil jovens no encontro que vai decorrer em Berlim, Alemanha, entre quarta-feira e domingo.

Bento XVI assinala, na sua mensagem, que “a confiança não é uma infantilidade cega”, mas torna as pessoas “mais perspicazes e mais disponíveis para responder aos numerosos desafios e dificuldades que os homens e as mulheres de hoje têm de enfrentar”.

Depois de Bruxelas, Poznan e Roterdão, a 34ª edição do encontro europeu é a resposta a um convite das Igrejas Católica e Protestante e da Câmara Municipal de Berlim, cidade que acolhe a iniciativa pela primeira vez.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, refere, na sua mensagem, ter ficado “especialmente feliz por notar que [os jovens] estão empenhados em encontrar novas formas de solidariedade”.

“O nosso mundo enfrenta um conjunto de realidades cada vez mais complexo, desde o aumento dos desempregados até à desigualdade crescente e aos perigos das alterações climáticas. Muitas pessoas estão desiludidas com a ordem estabelecida; há falta de confiança nas instituições”, admite.

Neste sentido, Ban Ki-moon apela a uma “agenda comum que possa contribuir para assegurar que as futuras gerações crescem num mundo de paz sustentável, prosperidade, liberdade e justiça”.

O presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy, destaca “a solidariedade à volta da pessoa de Jesus Cristo”, frisando que “o individualismo e os seus avatares populistas e nacionalistas extremistas apenas formam um homem ‘unidimensional’, reduzindo-o no espaço e no tempo”.

Angela Merkel, chanceler da República Federal da Alemanha, escreve, por sua vez, que “Taizé suscita a comunhão”.

“Em Berlim, há muitos vestígios que recordam o período da divisão do nosso continente. Mostram-nos à evidência que a liberdade e a democracia não são uma coisa adquirida mas devem ser sempre de novo vivificadas e vividas”, assinala.

À imagem do que aconteceu em Lisboa, no ano de 2004, a iniciativa baseia-se nos elementos que compõem o dia a dia de Taizé, com orações, conferências sobre temas espirituais e questões atuais da sociedade, além de encontros por países, uma vigília pela paz à hora da passagem para 2012 e a “festa dos povos”, às primeiras horas do novo ano.

Aos jovens vão ser propostos vários temas espirituais, sociais, políticos, económicos e artísticos: no Bundestag, por exemplo, os jovens vão refletir com membros do Parlamento Federal Alemão sobre o tema ‘Por um mundo mais justo: a política e a nossa responsabilidade como cidadãos’.

Entre os workshops, está também previsto um encontro com a comunidade judaica de Berlim e uma visita à grande mesquita.

Fonte: Agência Ecclesia


<<< Voltar