0 ITEMS
Share
Telefone. +351 212 751 000
   info@cristorei.pt
 
2011-12-03 | Mensagem de Advento 2011

Maranatha, Vem Senhor Jesus!

Nas noites sem estrelas da vida, uma luz há-de brilhar, e a vida, brotará de novo, porque a Deus nada é impossível.

A plenitude da vida é o Amor.

Este amor a todos quer chegar, e a todos quer conquistar.

Deus inscreveu o Amor no coração do homem, mas o homem, pelo mau uso da sua liberdade, deixa que o pecado se apodere do seu coração.

Sem Deus, o homem vive nas trevas, ou com pouca luz. Não conseguindo ver com outros olhos os problemas da vida, prefere instalar-se, uma vez instalado, é movido pela inveja, pela vingança que o leva à discórdia, e deste modo, nascem as guerras, muitos tipos de guerras: conflitos familiares, laboras, institucionais, sociais.

Com as guerras vem a fome, não só de pão, mas também de espírito. Com a falta de valores, o homem, que foi feito para amar, vive no ódio, marcado pela tristeza.

Deus apesar disto não desiste daquele que criou só por amor. Deus está atento à necessidade do homem, observa-o, escuta-o. O seu silêncio por vezes sentindo, não é esquecimento, mas sim pedagogia.

Durante muito tempo o criador observou aquele que criou, viu do que precisava, e depois de um longo período de preparação dá início ao maior acontecimento da história.

Foi de fato um tempo de purificação, de expectativa, de humildade.

Foi necessária a travessia do deserto para a purificação do coração ferido, e uma vez a fé fortalecida, “chegada a plenitude dos tempos Deus enviou seu filho ao mundo nascido de uma mulher”.

Veio e montou a sua tenda no meio de nós. Nasce pobre para nos dizer que a verdadeira riqueza é o seu amor.

Advento:

· Um Tempo de Preparação para festejarmos a vinda do Deus Amor.

· Um Tempo de Fecundidade na fé e na esperança, na certeza que as dificuldades da vida nos aproximam mais de Deus.

· Um Tempo de Vigilância.

Neste Advento deixa que Jesus entre no teu coração, e assim o natal será o nascimento de uma nova vida, que te leva ao encontro dos outros e faze-los felizes.

O Reitor.

Pe Sezinando Alberto

<<< Voltar